2.10.6. Pesquisa de maus funcionamentos em códigos diagnósticos

Princípio de trabalho e objetivo de parâmetros de diagnóstica
O sensor de um consumo de massa de ar (MAF) localiza-se em um tubo de ramo aéreo atrás do filtro de ar.
O sensor mede um consumo de massa do ar que prossegue em um tubo de ramo de entrada ao motor ao mesmo tempo nele o sinal elétrico desenvolve-se. A unidade de controle eletrônico o motor (ESM) recebe o sinal desenvolvido pelo sensor na forma do sinal de tensão e usa este sinal para a formação da duração básica do sinal operacional um bocal e uma ignição esquina avançada.
Em processo de aumento em um consumo de massa de ar, tensão desenvolvida pelos aumentos de sensor.

Princípio de trabalho e nomeação
O sensor de temperatura aéreo em um coletor de entrada (sensor de IAT) constrói-se no sensor da pressão absoluta em um coletor de entrada (sensor de MAPA). O sensor representa o resistor que modifica a própria resistência dependendo da temperatura do ar que vem a um coletor de entrada. Com base em um sinal de sensor a unidade de controle eletrônico o motor corrige a duração de um sinal da abertura de um bocal (o tempo básico de uma condição aberta de um bocal de combustível). Se a temperatura aérea tomada baixo, então uma unidade de controle eletrônico enriquece pela mistura de combustível aéreo de motor, aumentando a duração de um sinal da abertura de um bocal. Se a alta temperatura tomada, então uma unidade de controle eletrônico o motor reduz a duração de um sinal da abertura de um bocal.

Princípio de trabalho e nomeação
O sensor da temperatura de esfriar o líquido (sensor de ECT) instala-se no canal de uma camisa do esfriamento de uma cabeça de cilindros. O sensor representa um thermistor que modifica a própria resistência dependendo da temperatura do líquido que esfria do motor que prossegue sobre o sensor. Se temperatura de esfriar o líquido baixo, então resistência de sensor grande. Se temperatura de esfriar o máximo líquido, então resistência de sensor pequena. A unidade de controle eletrônico a tensão de cheques de motor de um sinal do sensor da temperatura de esfriar o líquido e com base em um sinal do sensor corrige a duração de um sinal da abertura de um bocal e uma esquina de um avanço da ignição. Se a temperatura de esfriar o líquido muito baixo, então uma unidade de controle eletrônico enriquece pela mistura de combustível aéreo de motor (a duração de aumentos de um sinal da abertura de um bocal) e aumenta uma ignição esquina avançada (estabelece a primeira ignição). Se a temperatura de esfriar aumentos líquidos, então a unidade de controle eletrônico o motor reduz a duração de um sinal da abertura de um bocal e uma esquina de um avanço da ignição (estabelece a ignição posterior).

Princípio de trabalho e nomeação
O sensor da provisão de uma válvula de borboleta (TPS) instala-se em uma parede do caso de uma válvula de borboleta e une-se a um eixo de uma válvula de borboleta. O sensor da provisão de uma válvula de borboleta representa o resistor (potenciômetro) que modifica a própria resistência dependendo da provisão de uma válvula de borboleta. Apertando um pedal de uma resistência de acelerador das reduções de sensor, e em um pedal de acelerador otpuskaniye – resistência dos aumentos de sensor. O sensor TPS inclui o comutador de sensor da posição completamente fechada de uma válvula de borboleta. O comutador fica isolado no momento do encerramento cheio de uma válvula de borboleta. A unidade de controle eletrônico dá a tensão de controle de motor no sensor da provisão de uma válvula de borboleta (TPS) e logo mede a tensão em uma cadeia de sinal de sensor. Com base em um sinal de sensor a unidade de controle eletrônico o motor corrige a duração de um sinal da abertura de um bocal e uma esquina de um avanço da ignição. O sinal do sensor da provisão de uma válvula de borboleta (TPS) junto com um sinal do sensor da pressão absoluta em um coletor de entrada (o MARÇO do sensor) usa-se por uma unidade de controle eletrônico o motor da definição da carga do motor.

Princípio de trabalho e nomeação
Fornecer a concentração mais pequena de (um monóxido de carbono), o NANOSEGUNDO (não incendiou o hidrocarboneto) e NOx (óxido de nitrogênio) nos gases cumpridos, usa-se conversor catalítico de três componentes. Para o uso mais efetivo do conversor catalítico, a mistura de trabalho de certa estrutura chamou stoichiometric tem de preparar-se pelo sistema da alimentação de combustível. O sensor de oxigênio tem tal característica na qual o seu sinal de produção (tensão) agudamente se modifica em uma zona da relação de combustível aéreo stoichiometric. A característica semelhante usa-se para a definição da concentração de oxigênio nos gases cumpridos e na forma do feedback dá um sinal em uma unidade de controle eletrônico de uma correção da composição da mistura. Se a mistura de combustível aéreo ficar POBRE, a concentração de oxigênio nos gases cumpridos também aumenta o sensor de oxigênio, o sinal correspondente informa uma unidade de controle eletrônico nele (a força eletromotora na saída do sensor de oxigênio é quase igual a 0). Se a mistura de combustível aéreo ficar mais RICA, do que a composição stoichiometric da mistura, concentração de oxigênio nas reduções de gases cumpridas, e o sensor de oxigênio informa uma unidade de controle eletrônico no enriquecimento de mistura (a força eletromotora aumenta a 1 V).
A unidade de controle eletrônico, segundo o tamanho da força eletromotora do sensor de oxigênio define o grau de um desvio da composição da mistura de stoichiometric e, segundo ele, arranja o montante necessário do combustível injetável pela modificação da duração de um sinal da gestão de bocais. Contudo, no mau funcionamento do sensor de oxigênio, na sua saída há um sinal inadequado (tensão), a unidade de controle eletrônico, neste caso, não pode realizar a ordem apropriada em uma correção de alimentação de combustível. Os sensores de oxigênio equipam-se, por via de regra, do aquecedor que aquece um elemento de zircônio sensível. O aquecedor controla-se por uma unidade de controle eletrônico. Por pequenas despesas de ar em uma admissão (a temperatura dos gases cumpridos é pequena), a unidade de controle eletrônico dá a corrente elétrica ao aquecedor que aquece o sensor de oxigênio: fornece a exatidão da medição de oxigênio nos gases cumpridos.

Princípio de trabalho e nomeação
Quando a chave da fechadura da ignição está na provisão de "em" ("Incl".) ou "PARTIDA" ("Lançamento"), a tensão afasta o rolo de ignição. O rolo da ignição compõe-se de dois windings (primário e secundário). Os arames de vela da alta voltagem unem rolos de ignição a uma tomada de faísca de cada cilindro do motor. O rolo da ignição causa a categoria de faísca (relâmpago) de tomadas de faísca em cada passo de trabalho (para o cilindro em um passo da compressão e para o cilindro em um passo da produção dos gases cumpridos). O primeiro rolo da ignição causa a categoria de faísca de tomadas de faísca de cilindros n° 1 e n° 4. O segundo rolo da ignição causa a categoria de faísca de tomadas de faísca de cilindros n° 2 e n° 3. Uma unidade de controle eletrônico o motor construído no esquema que liga a "peso" de inclusão de curva primária do rolo de ignição. A unidade de controle eletrônico o motor usa um sinal do sensor da provisão de um cabo de inclinação do motor da definição do momento da inclusão de uma curva. Depois da interrupção (inclusão e apagando) a corrente em uma cadeia da curva primária do rolo da ignição, em uma curva secundária do impulso da alta voltagem que causa a emergência da categoria de faísca das tomadas de faísca ligadas induz-se.

Princípio de trabalho e nomeação
O sensor da velocidade do carro dá um sinal do tipo de pulso no momento do movimento do carro. A unidade de controle eletrônico controla a existência de um sinal de produção do sensor.